Os 50 Melhores Álbuns de 2016

Concluindo nossos especiais de fim de ano, listamos os 50 melhores álbuns nacionais lançados em 2016.
A lista não leva em consideração avaliações anteriores feitas pelo MB. Para navegar pela apresentação abaixo, utilize as setas do teclado.

______________________
Confira também:
As 100 Melhores Músicas de 2016
Os 20 Melhores Videoclipes de 2016
As 20 Melhores Capas de 2016

Os 20 Melhores Videoclipes de 2016

Volta – Baleia (Direção: Kayhan L. Ozmen & Vicente Tigre)

Your Armies – Bárbara Ohana (Direção: Allexia Galvão & Daniel Rezende)

Atlântico Lunar – Bilhão (Direção: Gabriel Luz & Felipe Vellozo)

Perfume de Invisível – Céu (Direção: Esmir Filho)

Mandume – Emicida (Direção: Gabi Jacob)

De Passagem – Cícero (Direção: João Seguro)

 Calor da Rua – Francisco, El Hombre (Direção: Ana Moraes)

Carta Convite– Graveola (Direção: Apiário)

5/4 (Trovões a Me Atingir) – Jair Naves (Direção: Daniel Barosa & André Dip)

Chuva – Jaloo (Direção: Jaloo)

Você Ainda Pensa? – Johnny Hooker (Direção: Matheus Senra)

Maracutaia – Karol Conka (Direção: Paranoid)

Pineal – Tagore (Direção: Fabrício Koltermann)

Ai, Ai, Como Eu Me Iludo – O Terno (Direção: Alaska Filmes)

Esse Close Eu Dei – Rico Dalasam (Direção: Nicole Fisher & Amadeo Canônico)

Feliz e Ponto – Silva (Direção: William Sossai)

The Wall’s Drama – The Basement Tracks (Direção: Diego Navarro)

1992 – Thiago Pethit (Direção: Gabriel Dietrich)

Bang – Tiago Iorc (Direção: Rafael Kent)

Esmeraldas – Tiê (Direção: Marina Quintanilha)

 

______________________
Confira também:
Os 50 Melhores Álbuns de 2016
As 100 Melhores Músicas de 2016
As 20 Melhores Capas de 2016

As 20 Melhores Capas de 2016

Iniciando nossos especiais de fim de ano, listamos as 20 melhores capas de discos ou singles lançados em 2016. Para navegar pela apresentação abaixo, utilize as setas do teclado.

______________________
Confira também:
Os 50 Melhores Álbuns de 2016
As 100 Melhores Músicas de 2016
As 20 Melhores Capas de 2016

Tagore – Pineal

O grupo formado por Tagore Suassuna (Voz, violão e guitarra), Julio Castilho (baixo, guitarra e teclado), Caramuru Baumgartner (percussão e teclado), Emerson Calado (bateria), João Cavalcanti (baixo, guitarra e teclados) Diego Dornelles (baixo guitarra e teclados), mais conhecido por Tagore lança nesta sexta-feira (21) pelo selo Novíssima Música Brasileira, da Sony Music, o segundo álbum da carreira intitulado Pineal. O álbum é sucessor de Movido a Vapor (2014, Independente), um dos melhores álbuns daquele ano, segundo a crítica. Tagore, já havia divulgado duas faixas como single: Mudo Pineal. 

O título do disco é inspirado em uma glândula localizada no centro do cérebro, um órgão importante para nossa relação com o mundo interior e exterior, segundo alguns estudos. Para algumas religiões, o órgão é conhecido como o terceiro olho, muito coerente à proposta de Pineal. O novo disco da banda pernambucana soa mais psicodélico de que o seu antecessor e as composições, segundo Tagore Suassuna, exploram críticas sociopolíticas, pontos de vista cotidianos, sempre pelo prisma de uma figura sensível.

O registro com 12 faixas, foi gravado em seis meses em um estúdio no Recife e conta com participações de Benke Ferraz e Fernando Almeida, integrantes da banda Boogarins. Tagore já tocou em festivais como Abril Pro Rock, Coquetel Molotov, Psicodalia, Pira Rural, Grito Rock e Recbeat. Em dezembro, se apresentam na Semana Internacional de Música de São Paulo.

indica-1

  • Mar Alado

 

  • Pineal 

 

  • Ilha Yoshimi

 

análisescds.png