Johnny Hooker – Coração

O cantor recifense Johnny Hooker, lançou neste domingo (23), como prometido, o segundo disco intitulado Coração. O trabalho sucede o aclamado Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito!, lançado em 2015. Com 11 faixas, o álbum produzido por Léo D., conta com as participações especiais de Liniker e Gaby Amarantos. Além disso, o design da capa é assinada por Filipe Catto, com arte de Alma Negrot. No dia 6 de agosto, o cantor fará um show gratuito no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, no Recife para marcar o lançamento do disco.

Faixa a Faixa

  1. Intro: Primeira faixa do disco, é um interlúdio cantado ao som de ondas quebrando e em seus versos, o renascimento do cantor depois do sofrimento retratado no álbum anterior;
  2. Touro: Com uma sonoridade pesada e marcante, a canção reafirma a superação, o renascimento e o distanciamento de um ser egocêntrico;
  3. Eu Não Sou Seu Lixo: Em uma atmosfera feliz e com o refrão contagiante, a canção descreve a ilusão e por fim a libertação do cantor de um amor banal;
  4. Corpo Fechado: Com participação de Gaby Amarantos, a canção que remete ao som paraense, carrega referências das canções Volta e Amor Marginal;
  5. Página Virada: Depois de canções enérgicas Johnny Hooker segue o disco com uma faixa mais melancólica usando instrumentos de cordas e piano para transmitir a emoção da composição;
  6. Flutua: Primeiro single do álbum, conta com a participação de Liniker e é inspirada em um amor entre dois homens e a resistência do afeto em ultrapassar obstáculos;
  7. Caetano Veloso: Faixa que homenageia o cantor baiano, onde é usado seu nome como adjetivo em versos como: “Dançar contigo me dá Caetano”;
  8. Crise de Carência: Canção carregada pelos metais, traz nos versos o desejo pelo amado e pede por resistência;
  9. Coração de Manteiga de Garrafa: Embalada pelo axé music, a canção tem todos os elementos para ser um hit de carnaval;
  10. Poeira de Estrelas: Faixa que presta tributo a David Bowie, morto em 2016, trazendo referências da canção Starman;
  11. Escandalizar: O disco é finalizado com uma canção carnavalesca, muito próxima da atmosfera da canção Desbunde Geral, do álbum anterior.

 

johnny-hookerCoração
Johnny Hooker
Produção: Leo D.
Gravadora: Joia Moderna
Pra Quem Gosta de: Música Regional
Avaliação: B (Bom)

Johnny Hooker & Liniker – Flutua

Depois do aclamado Eu Vou Fazer Uma Macumba Pra Te Amarrar, Maldito!, o cantor recifense Johnny Hooker, lança nesta quinta-feira (20) sua nova música de trabalho chamada Flutua. A canção conta com a participação de Liniker e fará parte do novo álbum de Johnny com 11 faixas intitulado Coração e distribuído pela Natura Musical. A composição é inspirada em um amor entre dois homens e a resistência do afeto em ultrapassar obstáculos.

O Terno – Não Espero Mais

Nesta quarta-feira (18), a banda O Terno, lança o videoclipe de Não Espero Mais, faixa do álbum Melhor Do Que Parece, um dos melhores discos de 2016. Com direção de Filipe Franco, a banda  brinca com o universo da web, e com os diversos memes espalhados por ela. O vídeo ainda conta com a participação especial de Liniker.

Plutão Já Foi Planeta – A Última Palavra Feche a Porta

Plutão Já Foi Planeta, lança nesta sexta-feira (24), o segundo álbum da carreira intitulado A Última Palavra Feche a Porta. O disco com 10 faixas, é distribuído pelo selo independente da Som Livre, a Slap e conta com participações de Liniker e Maria Gadú. Produzido por Gustavo Ruiz (vencedor do Grammy Latino de 2015), o disco trás um pop de alta qualidade, com uma sonoridade leve e descontraída.

Faixa a Faixa

  1. Alto Mar: Primeira faixa do álbum, a canção foi escrita por Natalia Noronha, e é umas das faixas apresentadas no reality SuperStar;
  2. O Ficar e o Ir da Gente: A canção, que também foi apresentada no reality, foi escolhida pela banda como o primeiro single e foi composta por Natália Noronha, Sapulha Campos e Gustavo Arruda;
  3. Deixa Pra Lá: Canção escrita por Sapulha e Luana Alves, é uma das faixas inéditas do álbum;
  4. Mesa 16: Composição de Natália Noronha e segundo ela, narra a história de um duas garotas em um bar, enquanto assistem o Jogo da Copa do Mundo;
  5. Me Leve: Uma das composições mais densas do álbum, apesar da sonoridade energética. A canção foi escrita por Sapulha e Luana Alves;
  6. Anna: Inspirada em uma aula de psicanálise, a canção escrita por Sapulha e Gustavo Arruda, se coloca no lugar de Anna, uma paciente de Breuer;
  7. Insone: Escrita por Natália Noronha, a canção conta com a participação de Liniker e retrata basicamente de sentir saudade de alguém e o sentimento da distância;
  8. Duas: Com a participação de Maria Gadú, a canção escrita por Gustavo Arruda e Sapulha, conta a história de duas garotas entre lençóis e como esse momento tão pequeno se torna o mundo para elas;
  9. Post It: Canção já apresentada no SuperStar, Post-it é uma composição de Natália Noronha e aborda o esquecimento das coisas, dos lugares e das pessoas;
  10. Quem Sou?: Escrita para o curta-metragem O Voo do Pássaro Multicor, que conta a história de uma palhaça de rua com Alzheimer. Gustavo Arruda e Sapulha trás uma composição leve com a atmosfera do curta.

1400x1400bb (4)

A Última Palavra Feche a Porta
Plutão Já Foi Planeta
Produção: Gustavo Ruiz
Gravadora: Slap
Pra quem gosta de: Indie Pop
Avaliação: B (Bom)

Sobre Plutão Já Foi Planeta

Plutão Já Foi Planeta é uma banda de Indie Pop/Rock de Natal, no Rio Grande do Norte, e surgiu em setembro de 2013. O grupo é formado atualmente por Natália Noronha (vocais, violão, baixo e teclados), Gustavo Arruda (vocais, guitarras, baixo) Sapulha Campos (vocais, guitarras, ukulele), Khalil Oliveira (bateria) e Vitória de Santi (baixo e teclados). Com as sete faixas lançadas no álbum “Daqui Pra Lá” (2014), ganharam repercussão no Nordeste e marcaram presença em grandes festivais, como MADA, em Natal, e Feira da Música, em Fortaleza. No mesmo ano, receberam do Prêmio Hangar de Música o título de Revelação do Ano. Em 2015, o Prêmio Troféu Cultura consagrou o grupo como a Melhor Banda do Ano. Em 2016, obteve visibilidade nacional ao participar do reality show de bandas “SuperStar” da Rede Globo.

Os 50 Melhores Álbuns de 2016

Concluindo nossos especiais de fim de ano, listamos os 50 melhores álbuns nacionais lançados em 2016.
A lista não leva em consideração avaliações anteriores feitas pelo MB. Para navegar pela apresentação abaixo, utilize as setas do teclado.

______________________
Confira também:
As 100 Melhores Músicas de 2016
Os 20 Melhores Videoclipes de 2016
As 20 Melhores Capas de 2016